italianoenglishfrançaisdeutschespañolportuguês
Idioma
  • » Flavescência dourada
  • » (FD) Influência do tratamento de material vegetativo de videira, por imersão em água quente, no seu desenvolvimento em viveiro e na eliminação da flavescência dourada.

(FD) Influência do tratamento de material vegetativo de videira, por imersão em água quente, no seu desenvolvimento em viveiro e na eliminação da flavescência dourada.

CARLA MARIA DA LUZ BALTAZAR - MESTRADO EM AGRICULTURA SUSTENTÁVEL

No âmbito de medidas de controlo da flavescência dourada e do seu vetor Scaphoideos titanus Ball. subsequentes à legislação respeitante a esta doença e á sua erradicação, medidas especiais foram pedidas ao setor viveirista, produtor de material de propagação vegetativa de videira. Algumas dessas medidas levantam questões relativas aos efeitos que podem vir a causar na variabilidade de castas autóctones e na sua continuidade. Alterações profundas na viticultura portuguesa podem estar a ser desenvolvidas, pelo que este trabalho pretende ser uma reflexão sobre a propagação vegetativa de videira, a flavescência dourada, o enquadramento legal, o impacto no setor e a influência do tratamento por água quente (TAQ) no desenvolvimento das plantas em viveiro.
Foi realizado um ensaio num operador económico produtor de material de propagação vegetativa de videira, na zona Oeste e cujas plantas foram sujeitas à medida prevista na portaria 165/2013 que prevê um tratamento por água quente de acordo com a norma da OEPP «PM10/18(1) – Hot water treatment of grapevine to control Flavescence dorée)». O desenvolvimento das plantas foi acompanhado em viveiro com vista á obtenção de resultados relativos aos critérios previstos na legislação 194/2006 no que refere á escolha comercial, nomeadamente calibres a respeitar pelos materiais. Foi ainda realizado um inquérito aos operadores económicos produtores de material de propagação vegetativa de videira no sentido de avaliar a sua preocupação para com a flavescência dourada e as medidas atuais previstas na portaria.
Os resultados obtidos relativos ao ensaio em viveiro, revelaram poucas alterações no
material sujeito a tratamento, com exceção para o abrolhamento que se revela irregular comparativamente a outras castas não sujeitas a TAQ. Contudo, os resultados obtidos demonstram a necessidade de continuidade do estudo em mais castas (especialmente portuguesas), acompanhando várias campanhas e várias condições de produção. Lamentavelmente, o inquérito realizado registou fraca adesão, pelo que os resultados aqui veiculados resultam numa análise meramente indicativa face a um número restrito de respostas. Não obstante, estas contribuíram positivamente para a elaboração da dissertação, constituindo uma parte fundamental da mesma.
 

(Igor Gonçalves)
Publicado em: 28/11/2016
  • quota: http://repositorio.ipsantarem.pt/bitstream/10400.15/1423/1/TESE%20CB_2015_FINAL.pdf
European logoProjecto financiado ao abrigo do programa de investigação e inovação da União Europeia 'Horizonte 2020', sob o acordo de subvenção nº 652601
copyrights Winetwork @2015
powered by Infonet Srl Piacenza
Política de privacidade
Este site utiliza cookies que são necessários para a finalidade descrita na política de cookies. Se quiser saber mais sobre cookies, consulte a política de cookies. Ao fechar este banner e ao navegar nesta página, clicando num link ou continuar a navegação de qualquer outra forma, está a concordar com o uso e política de cookies.
Mais informaçãoOK
- A +